Blog da família Coutinho, com origem em Sedielos - Peso da Régua, e hoje espalhada pelo mundo. Este será um meio de comunicação entre nós e os amigos. Publicaremos também alguns artigos de interesse geral, nomeadamente sobre o nosso querido Douro.
Sexta-feira, 29 de Agosto de 2008
"ENCONTRO FAMILIAR OS COUTINHOS" 2008

 

 

 

A UNIÃO FAZ A FORÇA E QUANDO ASSIM É GANHAM OS QUE SE ENCONTRAM UNIDOS...

Tenho a honra de ter uma família que se une quando pode e quando se encontra não se desune…

São verdadeiros amigos, mesmo que com feitios diferentes e personalidades mais ou menos fortes.

Se unem no acto da partilha, da confraternização, mas sobretudo quando as coisas não correm de feição…

E para isso só tenho uma coisa a dizer:

É com imenso orgulho que a cada ano que passa, me sinto mais próxima de todos eles e com muita vontade de os voltar a rever…

Assim que a lida do dia-a-dia o permitir…

Estão todos bem perto do meu coração, mesmo que tenhamos muitos quilómetros a separar-nos.

Bem-haja para todos aqueles, que em momento algum se esqueceram que o bem mais precioso da vida, é o de saber amar aqueles que cujo sangue nos é comum…


Foi mais uma vez neste espírito que se deu o “ENCONTRO FAMILIAR OS COUTINHOS”.

Com alegria, boa disposição, mas sobretudo, com muito amor pelo próximo…

O reencontro é sempre o momento mais aguardado.

É um momento místico de emoções, que não se conseguem transpor para o papel.

À medida que a família vai chegando, o coração bate mais forte…

É muito bom saber que mais um ano passou e todos estão de boa saúde, prontos para mais um convívio familiar com harmonia e boa disposição.

 

 

O “PROGRAMA FAMILIAR” deste convívio é aprovado por todos ao longo do ano.

Cada um vai dando sugestões, até se definir em conjunto o programa final.

 

6ª Feira – 18 de Julho

Noite

21h - Jantar

 

Grelhada Mista com arroz, batata frita e saladas

Sobremesas Variadas

Café e Digestivos.

 

E depois deste belo menu, o meu “Pai” (Toninho),

 

 

voltou a surpreender pelo seu dote artístico e o quadro da Bárbara

estava uma “Obra-prima”… nem mais era para a prima, mas não deixa de ser uma bela obra…

Força pai. Continua a mostrar o teu valor, que apesar de escondido durante alguns anos faz tremer qualquer coração de emoção. Não há fotografia que resista a tal parecença com o real…

Depois da surpresa preparada para a Bárbara, nada melhor do que conviver em família…

Todos contam o que foram fazendo durante o ano, quais as novidades e como perspectivam o “Futuro”…

Venham as cervejas e o licor beirão. A conversa torna-se menos séria e predomina a gargalhada entre todos.

É difícil descrever momentos de união, como os que se vão vivendo de ano para ano.

Nota-se que todos estão cada vez mais unidos, e que se dá cada vez mais valor a momentos como estes…“união familiar”… Aos que não puderam estar presentes, um grande abraço forte e até para o ano…

 

Mas é de salientar, que a figura materna desta família, a avó LEONTINA,

 

 

continua a ser o centro envolvente de todo este clã dos “COUTINHOS”…

Envolvendo nos seus tentáculos, os seus rebentos e seus sucessores… O amor com que nos envolve a todos debaixo das suas asas, continua a ser a sensação mais marcante destes encontros…

 

Depois de todo este convívio e porque todos fizeram uma viagem, está na hora de descansar, porque o dia seguinte, será mais um dia de puro convívio familiar.

 

Sábado – 19 de Julho

Manhã

 

Depois de um pequeno-almoço reforçado, está na hora de meter água na mochila, calçar as sapatilhas e pôr pés ao caminho… A caminhada este ano é mais longa, mas prevê-se bastante animada…

Esperam com ansiedade, os PRIMOS do “Vale do Rodo”…

Mas para lá chegar, os “COUTINHOS” têm um itinerário bastante pesado…

(Para Todos !!! dos 8 aos 80... a pé, de carro, patins, bicicleta, lá chegaremos...)

Itinerário: Sobre-a-Fonte, Sermanha, Pituda, Covo, Moura-Morta, Portela, Loureiro e Vale do Rodo.

Chegados ao destino, os “Coutinhos”, cumpriram mais uma promessa feita no ano anterior, visitar esta extensão da família (Os Primos do Vale)...

 

 

 

… E estes sabem receber como ninguém, além de mostrarem orgulhosos a sua quinta e suas castas de vinho, prepararam um manjar dos “deuses” para os turistas, que tinham acabado de fazer uma caminhada…

 

 

Soubesse eu, que a quinta tinha condições de acesso, que me juntava com orgulho à comitiva de visitantes… Mas fica a promessa, para o ano, se Deus quiser, lá nos encontraremos novamente…

 

13h30m - Almoço

 

Depois de tal caminhada, o almoço tinha que ser reforçado e a tia Paulinha ultimava uma bela de uma “Feijoada à Transmontana”,

 

 

 

enquanto eu tomava uns belos banhos de mangueira e de sol…

O meu pai, o Toninho, dormia uma bela soneca na cadeira do tio Manuel…

 

Chegaram os “turistas”, entusiasmados com a visita e com o belo vinho que haviam provado…

 

E barriga para o almoço?

 

Pois, a fome era pouca, depois de um belo banquete que tinham saboreado na visita familiar aos Primos do Vale.

Mas depois de servido o almoço, “a bela da feijoada” foi sendo provada, claro que sobrou bastante, mas nada se perde… Guarda-se para outro dia… Nos dias que correm não se pode desperdiçar nada…

 

No final do almoço poucos eram os resistentes que se encontravam ao redor da mesa…O cansaço era muito e a moleza do corpo pedia uma “sestazinha”…

 

De repente, do fundo do sono ouve-se uma cantoria celestial…

Dizem os entendidos, que esta era para ser afinada, mas a meio do ensaio surgiam uns “guinchos de desafinação”…

É de se louvar o empenho de todos, mas havia a necessidade de se dar o “MOTE” aos cânticos, para que nada falhasse na missa do dia seguinte…

 

 

Venha de lá o ”MOTE” Padre Manuel, que a rapaziada anda desorientada nos “tons” e nos “tempos”…

 

 20h – Jantar

 

Arroz de Delicias do Mar com meia dúzia de camarões!!!

Sobremesas Variadas

Café e Digestivos

 

Mas será que esta malta só pensa em comer?

 

Não chegava a feijoada do almoço e ainda tinha que sair um belo arroz de delícias do mar com uns camarõesitos lá perdidos? Ó mano só havia meia dúzia no supermercado? Não chega para esta malta toda… Saía mais uma dúzia deles. Não vá alguém andar com desejos e perder a cria por uns camarõesitos…

 

Brincadeiras à parte, o arroz estava uma delícia… Parabéns às tias,

 

 

que mais uma vez demonstraram os seus dotes culinários… E então aquele doce de leite condensado foi mesmo a minha perdição… Misturado com a gelatina, que também estava uma delícia, foi comer até fartar…

 

Karaoke:

 

Depois de tanto comer e beber, era hora de começar a reinar a confusão na casa da avó Leontina.

Afinam-se mais uma vez as vozes para cantar (mas a desafinação era total), não havia quem desse uma para a caixa… Entre “gargalhadas e guinchos” cantavam os Coutinhos, “Piripi para aqui e apita o comboio para ali”, foi paródia total…

 

O tio Quim abriu a sessão com um tema do “Nelson Ned:”

 

TUDO PASSARÁ…

 

 

Em seguida:

Grita o Tio Manuel:

 

PIRIRI PIRIRI… Quem me acompanha?

 

 

E os Coutinhos presentes não se fizeram rogados e cantaram todos juntos o PIRIRI para ajudar há festa…

 

27 Canções depois (interpretadas com garra por todos), mas com muito guincho à mistura, já não havia fôlego para mais…

 

 

 

 

 Estava já tudo a desmobilizar e a pensar no desafio da manhã seguinte…

 

 

Cantar no coro da Missa…

Grande empreitada esta… Vamos ver como vão descalçar esta bota…

 

Para descomprimir e acabar a noite em grande, nada melhor do que comer o camarão dos pobres “o belo do tremoço e uns cajus” acompanhados por umas “JOLAS”… e jogar conversa fora…

 

2.30h da manhã é a horinha ideal para ir descansar a moleirinha…

 

Domingo – 20 de Julho (Dia Mundial da Amizade)

Manhã e Tarde

 

09h - Pequeno-almoço com tudo a que temos direito… “Mas a fome era pouca”…

(É melhor guardar o estômago para mais um banquete) que nos espera em Santiago…

 

Depois de cumprimentar todos os familiares que chegaram (de França, Aveiro, Guimarães, Celeirós, Leiria, Régua, entre outros destinos) …

 

É hora de dar início à missa que celebra este encontro familiar, já intitulado pelo “Dia Mundial da Amizade entre os Coutinhos”.

 

Na missa o tio e Padre Manuel

 

 

proferiu algumas palavras que fizeram com que a família inteira sentisse o apelo da reflexão interior…

 

A Paciência Activa", é precisamente o que devemos ter e “praticar no nosso dia-a-dia”… Saber ouvir, ser paciente e ajudar a melhorar o dia-a-dia de cada um que nos rodeia…

 

Vale a pena pensar nisto”…

 

Mas não menos precioso que este conselho, foi ouvir os cânticos dos meus queridos familiares… Que cantaram e não envergonharam ninguém…

 

 

 

Um grande viva para eles, que das “flashadas da paparazi” Sara Coutinho já não se livram…

 

 

 

 

Não se brinca em serviço, há que registar tudo para a posteridade…

 

No final da missa, esperava-nos uma mesa com aperitivos para aconchegar o estômago…

Não convém comer muito, que o almoço vem já de seguida…

 

É só comer…

 

Reunidos todos os familiares em redor do coreto, era hora de saborear o almoço…

 

 

 

O apetite é que já era pouco.

Depois da sobremesa, está preparada uma surpresa para o primo Serrano, tenho a certeza que ele irá adorar…

 

O meu pai António Coutinho pintou (a pastel e carvão,) um belo retrato do primo Serrano e da sua adorada esposa,

 

 

 

 

 

 

 que na minha modesta opinião ficou lindo e muito real.

As expressões, o olhar e a harmonia entre os dois rostos…

 

O primo ficou muito emocionado

 

 

com a surpresa e foi uma bela maneira de homenagear também a sua esposa que não pode estar presente.

 

Depois de um belo discurso do tio Casimiro

 

 

e do agradecimento a todos por estarem presentes, era hora de um café colectivo para socializar e conversar com o resto dos familiares…

 

Pouco depois o Tio Quim deu como iniciado o BAILE FAMILIAR…

 

 

A dança percorreu a tarde e todos estavam divertidos e bem dispostos…

 

 

Trocaram-se conversas, contaram-se novidades e o melhor da festa, é que ano após ano, se nota a família mais “UNIDA”…

 

No final do baile, foi servida uma bela sardinhada e um caldo verde…

 

Para encerrar o “ENCONTRO DOS COUTINHOS”em Santiago, tiramos a famosa foto de Família… Não havia máquina que aguentasse... Não cabia tanta gente na objectiva…

 

 

Na despedida entre todos ficou a ansiedade e a boa disposição...

Um bom ano para todos e até breve…

 

Regressamos a casa da Avó Leontina cansados mas felizes. Foi sem dúvida alguma, um bom convívio.

 

Agora é tempo de ver as fotos dos encontros anteriores e alguns vídeos.

E recordar…

Para final de noite, nada melhor que umas fatias de pão-de-ló e um chá de cidreira para ajudar ao descanso do guerreiro…

 

Segunda 21 de julho

 

Depois de um bom pequeno-almoço e de recolher os pertences, chega a hora da despedida… Essa dói sempre um pouco. Fica a nostalgia da saudade…

Mas se Deus quiser para o ano lá nos encontraremos todos novamente e com muita saúde e alegria…

 

Família um enorme beijinho de carinho e admiração.

São sem dúvida o meu grande orgulho…

 

Sara Coutinho
 



publicado por MSC às 22:47
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

NO SEIO DA MÃE SERRA

FELIZ NATAL PARA TODOS!

CÁ ESTAMOS DE NOVO

FELIZ NATAL!

EXEMPLO DE CIVISMO

INCÊNDIO EM SEDIELOS

MAIS FOTOS DA NEVE

DEBAIXO DE NEVE

"ENCONTRO FAMILIAR OS COU...

PASSEANDO PELO DOURO

arquivos

Junho 2013

Dezembro 2012

Julho 2012

Dezembro 2009

Outubro 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Agosto 2008

Maio 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Outubro 2006

Agosto 2006

Maio 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds